Por três anos seguidos a ELOSAÚDE mantém sua performance nos indicadores de qualidade do IDSS – Índice de Desempenho da Saúde Suplementar e pontua na faixa de excelência desse que é o principal indicador de qualidade da saúde suplementar no país.

De acordo com a pontuação divulgada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS, em seu portal de internet, a ELOSAÚDE ultrapassou a marca dos 0,8 pontos (faixa da excelência), cravando 0,8162 pontos.

Importa destacar que o IDSS é segmentado em escala de 0,2 décimos cada, cuja pontuação máxima é 1 e a faixa de excelência vai de 0,81 a 1,00.

A conquista é especialmente significativa, uma vez que foi obtida em um ano absolutamente atípico sobre todos os aspectos. Assolada por uma pandemia que “revirou” todas as certezas e processos estáveis das empresas, a Entidade se manteve firme, preservando seus níveis de qualidade na entrega e compromisso com beneficiários, patrocinadoras, credenciados e parceiros.

O IDSS, resultado de uma pontuação obtida a partir da soma de diversos indicadores, coroa o esforço das operadoras sérias e bem administradas, e se torna, cada vez mais, um grande diferencial competitivo no mercado de saúde, sendo que as operadoras de mercado (não autogestões) o utilizam como ferramenta de marketing.

Estar faixa de excelência significa que a operadora adota as melhores práticas financeiras, de governança, atendimento e relacionamento com seu público e com o mercado. Isso reforça a confiabilidade de seu público, uma vez que tais indicadores são conferidos pela Agência reguladora do setor.

Não é exagero destacar que o nível de exigência da ANS é bastante grande e, nesse sentido, para se manter no nível da ELOSAÚDE é necessário que a empresa tenha atingido novos patamares e esteja, quase que literalmente, voando com as águias.

ESCALA EVOLUTIVA

O ano de 2019 (período de captação dos dados para fechamento do IDSS de 2020) foi particularmente desafiador para a ELOSAÚDE, pois foi o ano em que a Entidade se preparou para receber a integralidade da massa CGT Eletrosul.

Por questões legais e internas da Patrocinadora a migração – que ocorreria inicialmente em 1º de maio – foi adiada por duas vezes, sendo concluída em dezembro do mesmo ano, com ingresso da massa em janeiro de 2020.

O crescimento pontual de cerca de 20% em número de beneficiários mobilizou os esforços da equipe. Manter a qualidade dos fluxos e dos processos passou a ser prioridade e foi somada às demais atividades quotidianas.

Com o incremento de tarefas e atividades a Entidade percebeu um pequeno recuo na pontuação em relação ao ano anterior (de 0,8523 para 0,8162). Contudo, isso não afetou o resultado final, que foi a permanência na faixa de excelência.

Em síntese: a ELOSAÚDE voltou suas energias internas em direção ao seu público e à garantia de cumprimento de seus compromissos com beneficiários e Patrocinadoras. Ainda assim, a forma como seus processos e governança vêm sendo estruturados permitiu a estabilidade da nota e o alcance de mais essa conquista.

Confira abaixo a série histórica da ELOSAÚDE:

*O QUE É E COMO É CALCULADO O IDSS?

A ANS avalia anualmente o desempenho das operadoras de planos de saúde por meio do Programa de Qualificação de Operadoras (PQO).

O objetivo deste programa é estimular a qualidade no setor e reduzir a discrepância de informação, promover maior poder de escolha para o beneficiário e oferecer subsídios para a melhoria da gestão das operadoras e das ações regulatórias da ANS.

Os resultados da avaliação das operadoras são traduzidos pelo Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS), que é a ferramenta utilizada pela agência para atestar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pelas operadoras.

Essa avaliação é retroativa, referente ao ano anterior ao da divulgação, isto é, os resultados que estão sendo apresentados em 2021 são relativos à avaliação do ano-base 2020.O IDSS pode ser traduzido como um score composto, cuja pontuação varia de zero a um, e é calculada a partir de um conjunto de indicadores agrupados em quatro dimensões. Os dados que subsidiam o cálculo são extraídos dos sistemas de informações da Agência ou coletados nos sistemas nacionais de informação em saúde.

O resultado do IDSS permite a comparação entre operadoras, estimulando a disseminação de informações de forma transparente e a redução da assimetria de informação, falha de mercado que compromete a capacidade do consumidor de fazer suas escolhas no momento da contratação ou troca de um plano de saúde e a ampliação da concorrência baseada em valor no setor.

A partir 2017 uma nova fonte de dados para processamento dos indicadores do IDSS foi introduzida pela ANS. Trata-se do Padrão de Troca de Informações na Saúde Suplementar (TISS) que possibilitou a ampliação do escopo e permitiu a introdução de novos indicadores e ajustes de outros. Dessa forma, segundo a ANS a nova metodologia do IDSS – TISS apresenta indicadores que melhor discriminam o desempenho das operadoras, especialmente quanto a seus aspectos assistenciais.

DIMENSÕES DO IDSS:

  • Qualidade em Atenção à Saúde: avaliação do conjunto de ações em saúde que contribuem para o atendimento das necessidades de saúde dos beneficiários, com ênfase nas ações de promoção, prevenção e assistência à saúde prestada;
  • Garantia de Acesso: condições relacionadas à rede assistencial que possibilitam a garantia de acesso, abrangendo a oferta de rede de prestadores;
  • Sustentabilidade no Mercado: monitoramento da sustentabilidade da operadora, considerando o equilíbrio econômico-financeiro, passando pela satisfação do beneficiário e compromissos com prestadores;
  • Gestão de Processos e Regulação: essa dimensão afere o cumprimento das obrigações técnicas e cadastrais das operadoras junto à ANS.

* Fonte: site da ANS

http://www.ans.gov.br/planos-de-saude-e-operadoras/informacoes-e-avaliacoes-de-operadoras/qualificacao-ans

[com edições pontuais] 

** QUAL SUA IMPORTÂNCIA?

Para a Agência reguladora ele é importante porque permite avaliar o desempenho das operadoras de planos de saúde com base em dados concretos, informados pelo setor.

Já para o beneficiário o IDSS é fundamental, pois permite acompanhar anualmente a avalição de sua operadora. O IDSS também pode auxiliá-lo na escolha de uma operadora ou na portabilidade de carência com base na avaliação de desempenho de cada uma delas.

Para as operadoras o índice se torna um balizador de qualidade e um objetivo a ser perseguido, capaz de mobilizar a entidade em busca aperfeiçoamento de suas práticas de gestão, pois se caracteriza como o principal reconhecimento atribuído pelo órgão regulador.

** Fonte: site da ANS

http://www.ans.gov.br/images/stories/Materiais_para_pesquisa/Perfil_setor/idss/idss-perguntas-e-respostas.pdf

[Com edições pontuais]

CONFIRA O RESULTADO DETALHADO DO IDSS ELOSAÚDE